Pepino para Olheiras Funciona? Como Fazer e Dicas

Pepino para olheiras

Fibras, potássio, fósforo, magnésio, cálcio, vitamina A, vitamina B9 (folato), vitamina C e vitamina K. O que esses nutrientes têm em comum? Além de todos serem importantes para que o nosso organismo funcione corretamente, eles são encontrados no pepino.

O pepino já foi associado a benefícios como o fornecimento de antioxidantes, o auxílio ao aumento da hidratação, a contribuição com a regularidade dos movimentos intestinais, colaboração com a prevenção da prisão de ventre, além de poder ajudar a emagrecer.

Mas será que além de oferecer todas essas vantagens e benefícios, também podemos afirmar que pode-se utilizar o pepino para olheiras?

As olheiras

Antes de chegarmos ao tópico em que analisaremos se o pepino para olheiras funciona realmente, vamos conhecer melhor do que se trata o problema.

As olheiras são formadas em decorrência do acúmulo de melanina (pigmento escuro da pele) e da dilatação de diversos vasos sanguíneos da pele das pálpebras. Alguns fatores associados ao desenvolvimento do problema são: a idade, o fotoenvelhecimento e a gravidade.

Outros causadores das olheiras podem ser a falta de sono, o estresse e fatores genéticos. As marcas aparecem com facilidade na pele ao redor dos olhos, graças ao fato dela ser muito delicada e fina, com uma espessura de 0,4 mm.

As olheiras não representam um perigo para a saúde, sendo apenas uma condição que pode prejudicar a questão da aparência. E justamente por incomodar quando nos olhamos no espelho é que muita gente corre atrás de maneiras de se livrar das olheiras.

E então, o pepino funciona para olheiras?

Como destacou a chef com estudos focados em nutrição e personal trainer, Andrea Cespedes, há quem garanta que colocar fatias frias de pepino nos olhos pode ajudar a diminuir o inchaço e as olheiras.

Cespedes explicou que os antioxidantes presentes no pepino como cucurbitacinas, vitexina, orientina e isoscoparina podem ser absorvidos por meio da pele.

O dermatologista Gregory Nikolaidis esclareceu que esses antioxidantes podem auxiliar em relação à diminuição da inflamação que provoca as olheiras e o inchaço.

O papel da vitamina K

De acordo com uma pesquisa publicada no Journal of Drugs and Dermatology (Jornal de Medicamentos e Dermatologia, tradução livre), a vitamina K – que está presente na composição do pepino – pode diminuir colorações escuras em pessoas que se submetem a tratamentos com laser.

Acredita-se que a vitamina K possa atuar de maneira similar para auxiliar a reduzir a descoloração que provoca as olheiras.

O fator da temperatura

Andrea Cespedes ressaltou que as fatias de pepino funcionam melhor para auxiliar a diminuir as olheiras e o inchaço quando estão refrigeradas. Ela explicou que a temperatura fria ameniza o inchaço e desencoraja a acumulação de fluidos debaixo dos olhos.

A articulista afirmou ainda que saquinhos de chá frios e úmidos e
pacotes de vegetais congelados também podem ser utilizados neste sentido.

Por outro lado

Cespedes alertou que utilizar o pepino para olheiras não é garantia que o problema vá embora, ainda que seja improvável que o tratamento faça algum tipo de mal.

Portanto, se você deseja realmente livrar-se das olheiras, o mais seguro é que procure o acompanhamento de um dermatologista. Somente um dermatologista qualificado é capaz de indicar qual tipo de tratamento é o melhor para as olheiras de cada pessoa.

Alguns dos produtos que podem ser indicados para o tratamento da condição são aqueles que trazem compostos ativos como:

  • Vitamina K1: indicada para os quadros em que existem problemas de vascularização intensa, graças ao fato de conseguir evitar as pequenas hemorragias que escurecem a pele da região na qual os olhos estão localizados;
  • Hidroquinona: trata-se de um potente despigmentante, conhecido por auxiliar a clarear as olheiras. Entretanto, a substância é bem irritante, pode causar vermelhidão e dermatite de contato. A hidroquinona também pode causar alergias, ardência e manchar a pele e está contraindicada para crianças, mulheres que estejam grávidas e mulheres que estejam amamentando seus bebês;
  • Arbutin, ácido kójico e ácido fítico: os três são compostos por despigmentantes mais leves que a hidroquinona, mas que apresentam um potencial irritativo menor do que ela;
  • Ácido tioglicólico: utilizado em casos de olheiras em que o componente vascular é predominante;
  • Vitamina C e vitamina E: possuem ação antioxidante e ação clareadora muito leve.

Tratamentos como peeling, preenchimento e fototerapia também podem ser utilizados para tratar casos de olheiras.

No entanto, não comece um tratamento ou o uso de um produto sem
confirmar com dermatologista que ele é realmente seguro para o seu caso e siga
todas as recomendações dele sobre como o procedimento deve acontecer para não
correr o risco de prejudicar o seu próprio corpo.

Como fazer a aplicação de pepino para olheiras

De qualquer maneira, caso você queira tentar utilizar o alimento para ver se ele ajuda a diminuir as suas olheiras, segue abaixo uma receita de como usar o pepino para olheiras:

  1. Cortar o pepino em fatias e levá-las ao congelador durante alguns minutos antes de utilizá-las;
  2. Quando as fatias de pepino estiverem prontas, deitar de costas e colocar uma fatia em cima de cada pálpebra dos olhos, que devem estar fechadas;
  3. Deixar o pepino nas pálpebras durante cinco a 10 minutos.

A receita foi disponibilizada pela chef com estudos focados em nutrição e personal trainer, Andrea Cespedes.

Você já tinha ouvido falar do uso de pepino para olheiras? O que acha dessa ideia? Conhece alguém que tenha obtido bons resultados? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *