Cirrose – O que é? Como ocorre? Causa, Sintomas e Tratamentos

Cirrose, também chamada de cirrose hepática, é uma doença que se caracteriza como o estágio final da fibrose avançada, que ocasiona a perda da estrutura normal do fígado. Tal problema de saúde é visto como um dos dez principais causadores de óbito em países desenvolvidos.

Além disso, a cirrose provoca formação de nódulos, que acabam bloqueando a circulação sanguínea. Entenda mais o que causa o problema, quais são seus sintomas, suas consequências para o organismo, além das possibilidades de tratamento e prevenção, só aqui no Quero Viver Bem!

Cirrose

Quais são as causas da cirrose?

Embora ela possa ser mais comum em homens que estão acima dos 45 anos, as mulheres também podem acabar sofrendo com este mal. Como doença crônica do fígado, a cirrose faz com que o fígado produza tecido de cicatrização no lugar daquelas células saudáveis que morrem.

Nessas situações, o fígado não tem mais a capacidade de desempenhar suas funções normais, entre as quais a produção de bile e de proteínas, a manutenção dos níveis normais de açúcar no sangue, entre outras.

Em quase todos os casos, a doença é evitável. Aliás, veja quais são as causas:

  • Certas doenças genéticas, como a Doença de Wilson;
  • Consumo abusivo de álcool;
  • Hepatite autoimune;
  • Hepatite crônica provocada pelo vírus B;
  • Hepatite crônica provocada pelo vírus C;
  • Uso de determinados medicamentos.

No entanto, a principal causa é o abuso da bebida alcoólica, pois o fígado tem a responsabilidade de metabolizar tal substância, mas, quando há doses em excesso, o órgão sofre danos que comprometem todo o seu funcionamento.

[LEIA TAMBÉM: REMÉDIO E ÁLCOOL – QUAIS OS RISCOS?]

Sintomas da cirrose

Cirrose2

Muitos pacientes com cirrose podem ser assintomáticos, isto é, não apresentam sintomas e, por isso, possuem o que é denominado de “cirrose compensada”. Após algum tempo, tais pacientes acabam descompensando, na maior parte dos casos, pelo surgimento de infecção ou de câncer no fígado.

Nessas situações, pode ocorrer a manifestação clínica de:

  • Ascite;
  • Icterícia;
  • Encefalopatia hepática;
  • Hemorragia digestiva.

Em pessoas que possuem cirrose sintomática, há mais sintomas que devem ser levados em consideração:

  • Constipação;
  • Dores abdominais;
  • Fadiga;
  • Fígado aumentado;
  • Inchaço, em especial nas pernas;
  • Náuseas;
  • Perda de cabelo;
  • Perda de peso;
  • Urina escura;
  • Vômitos.

A icterícia também pode ser um sintoma frequente, além da ascite. Já casos mais avançados de cirrose podem ocasionar a encefalopatia hepática.

Por que a cirrose é perigosa?

A cirrose pode ser um processo irreversível e, infelizmente, fatal, na maior parte dos casos. Isso acontece pela falta de diagnóstico precoce, que seria fundamental para que o tratamento fosse iniciado o mais breve.

Não somente a insuficiência do fígado, a cirrose pode causar hipertensão do “sistema porta” – que faz o transporte de sangue dos órgãos abdominais para o fígado –, com a formação de varizes no esôfago e, também, risco de sangramento digestivo.

[CONFIRA TAMBÉM: EFEITOS DO ÁLCOOL NO CÉREBRO]

Cirrose3

Qual é o tratamento para cirrose?

Um tratamento para cirrose envolve alguns aspectos. Em primeiro lugar, deve-se prezar por uma nutrição adequada, com calorias e proteínas suficientes para o doente, pois uma alimentação pobre em nesses nutrientes pode facilitar o desenvolvimento de encefalopatia hepática.

Obviamente, a abolição do uso de álcool e drogas também é parte do tratamento. Ainda, não se recomenda o uso de medicamentos alternativos (como chás) que possam lesionar ainda mais o fígado.

Quando a causa é o vírus da hepatite, a vacinação pode ser uma boa indicação. Mas, há casos muito graves em que somente um transplante de fígado pode curar de maneira definitiva a cirrose.

Como prevenir a cirrose?

A melhor forma de prevenir a hepática acontece pela adoção de um estilo de vida mais saudável, ou seja, você deve adotar certas medidas bem simples que podem garantir qualidade de vida e distância dessas doenças desagradáveis.

Veja alguns exemplos:

  • Evitar o consumo exagerado de bebidas alcoólicas;
  • Manter uma dieta equilibrada;
  • Ficar longe da automedicação;
  • Proteger-se dos vírus das hepatites, em especial a hepatite B;
  • Fazer uso de preservativo nas relações sexuais;
  • Fazer uso de seringas descartáveis.

Se você sofre com hepatite B ou C, saiba que um descuido no tratamento é crucial para o desenvolvimento da cirrose. Por isso, nunca se descuide!

O post Cirrose – O que é? Como ocorre? Causa, Sintomas e Tratamentos apareceu primeiro em Quero Viver Bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *